Executivo
Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Legislativo
Senado
Câmara dos Senadores
Judiciário
Justiça Federal
Supremo Tribunal Federal
Supremo Tribunal de Justiça
Tribunal Superior do Trabalho
3° Poder
Maçonaria
Ordens Honoríficas
UNICEF
UNESCO

ONU
Simbolos e Bandeiras
Galeria de Fotos
Selo Elo Social
depoimentos
Apoios e Parocínios
Doações
Sugestões
Twitter
poder
super
convenio
comendas
cursos
trofeu
fale
comu
you
Executivo

Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério Público
Ministério Público
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério Público
Ministério Público
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal Receita Federal Receita Federal

 

Básicos com Módulos de 16h00 horas

 
 

Objetiva minimizar a existência do analfabeto digital - Chamamos analfabetos àqueles que não sabem ler e escrever. Com o incremento participativo, vieram os analfabetos funcionais, aqueles que sabem ler e escrever, mas não conseguem interpretar um texto, não assimilam sua mensagem.

Já repararam em filmes, gibis, revistas ou gravuras que as estalagens da Idade Média, na Europa, tinham um javali como “logomarca”?

Das vezes, nem mesmo escreviam o nome do estabelecimento ou de seu dono na placa pendurada na fachada, bastava o desenho de uma cabeça de javali.

Como o javali era caça apreciada, bastava para se passar a mensagem que naquele local se servia comida e repouso.

Assim acontecia porque o aprendizado da leitura e escrita era restrito a poucos, ao clero basicamente. Mesmo a nobreza era repleta de analfabetos.

Como a modernidade, passamos a contar com outro tipo de analfabeto, o digital. Se imagina, pessoas que você precisa explicar o computador como uma maquina de escrever misturada com uma aparelho de televisão, e que não usa papel para guardar as coisas que nele se escreve, eu digo que não.Essa geração, claro, existe ainda.

Falamos então, do analfabeto digital que já reconhece o computador como uma máquina diferenciada de outros aparelhos. Esse analfabeto é aquele que precisa ir ao banco todo mês para retirar seus proventos sociais e extratos do PIS, do FGTS, lidar com cartões magnéticos, senhas, etc.…

Para isso, precisa entender os pedidos de senha da máquina, erros e mudanças ocasionais nos lay-outs e interfaces nas telinhas. Por mais intuitivas e amigáveis que se apresentem, o analfabeto digital encontrará dificuldades.

Além de situações assim, já não tratamos mais de analfabetismo digital, mas analfabetismo funcional, aquele que deriva da ausência de educação de qualidade. Passe um tutorial para uma tarefa qualquer na internet, por mais esmiuçado que seja, e receba como resposta um “naum consiguuuuuuuuu”.
Não é o caso então, de analfabeto digital, mas de analfabetismo funcional.

Com este curso distribuído em apenas quatro aulas com quatro horas de duração cada nas praticas de: Windows, Internet, Word e Excel, tiraremos o participante do mundo do analfabetismo digital.

? O Microsoft Windows é o sistema operacional que controla o computador. Sem o Windows, ele não funciona. Neste primeiro módulo você aprende a interagir com o computador, a abrir e fechar programas, a gerenciar, gravar e abrir arquivos, a configurar sua área de trabalho e tudo mais o que você precisa saber para trabalhar com o Windows
.
? No módulo sobre Internet você aprende a navegar na Internet, acessar sites, fazer pesquisas e downloads, entrar em salas de bate-papo e lojas virtuais, cadastrar-se nos bancos de dados de currículos etc. Além disso, cada aluno vai registrar um e-mail gratuitamente e fazer exercícios práticos de enviar e receber e-mails, com arquivos anexos, etc.

? Na seqüência, você aprende a utilizar o, Microsoft Word. O Word é o processador de textos que substitui a antiga máquina de escrever. Durante o curso são feitas dezenas de exercícios para você aprender todos os principais recursos do aplicativo: desde a criação de um novo documento, formatação de texto e criação de tabelas, etc, até a impressão de etiquetas para enviar uma mala direta.

? Por último, vem o Microsoft Excel. O Excel é uma planilha eletrônica para se fazer todo e qualquer tipo de cálculos, projeções, controles numéricos, tabelas de custos, gráficos, etc. Durante o curso o aluno faz dezenas de exercícios explorando as diversas funcionalidades do aplicativo: desde as operações básicas, formatação e funções até a criação de gráficos.

O curso é inteiramente prático. A única parte teórica é no primeiro dia, na primeira hora de aula. Nesse dia, o instrutor leva para a sala de aula um computador desmontado, para que o aluno conheça seus componentes e compreenda o que significam termos como: Core 2 Duo, placa mãe, memória RAM, PenDrive, HD, modem, hardware, software, etc. A partir daí, e já com o micro ligado, inicia-se o aprendizado prático.

 

Formulário de Inscrição
coluna Nome   coluna
E-mail  
 
Município Estado
Telefone  
 
Observação  
 

Regulamento:


De acordo com o Regimento Interno da CESB – Confederação do Elo Social Brasil devidamente normatizado através de termo próprio no programa de Socialização e Profissionalização a confirmação de datas para realização dos cursos estão sujeitas ao numero mínimo de participantes no local pretendido.

 
   
Movimento Passando o Brasil a Limpo Ouvidoria