Executivo
Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Legislativo
Senado
Câmara dos Senadores
Judiciário
Justiça Federal
Supremo Tribunal Federal
Supremo Tribunal de Justiça
Tribunal Superior do Trabalho
3° Poder
Maçonaria
Ordens Honoríficas
UNICEF
UNESCO

ONU
Simbolos e Bandeiras
Galeria de Fotos
Selo Elo Social
depoimentos
Apoios e Parocínios
Doações
Sugestões
Twitter
poder
super
convenio
comendas
cursos
trofeu
fale
comu
you
Executivo

Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério Público
Ministério Público
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério Público
Ministério Público
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal Receita Federal Receita Federal

 

Principios de Etica Profissional e Corporativa

 
 

Princípios de Ética Profissional e Corporativa

A sociedade humana é regida por um conjunto de normas e procedimentos que visam a determinar a fronteira entre o certo e o errado, entre o que é lícito e o que é ilícito. Quando se trata de cada indivíduo em si, esse conjunto chama-se moral. À soma do senso comum do que a sociedade entende por moral, dá-se o nome de ética. A ética tem sido muito debatida no meio corporativo nos últimos tempos.

Princípios Éticos de um Funcionário

Pisar em colegas para subir a qualquer custo, assediar moralmente as subordinadas, usar de meios escusos para obter vantagens para si. Todas essas práticas constituem comportamentos antiéticos no ambiente profissional.

O indivíduo sem ética enxerga apenas a si mesmo, não se importando o que as outras pessoas sofram em conseqüência disso. As relações de trabalho, dessa forma, se deterioram; e os colaboradores e a empresa saem perdendo.

Falta em dia que sabe ser importante, não mantém horário de trabalho, confunde amizade com seus superiores com liberdade, seus problemas pessoais são sempre mais importantes do que os da empresa. Não notam a importância que poderia ter aquele trabalho que não fez na hora, não gosta de ser supervisionado por seus superiores, se sentem vigiados, se recusam a prestarem informações sobre o andamento de suas tarefas e por fim quando se sentem importantes coagem o empregador ou abandonam o emprego sem qualquer aviso prévio, tal qual um piloto que resolve abandonar o emprego da companhia aérea em pleno vôo e pula de para quedas, deixando os passageiros e a tripulação composta de colegas de trabalho, totalmente a deriva, neste caso o piloto quer mais que o avião caia e os passageiros e a tripulação morram, o funcionário que abandona a empresa desta forma quer mais que a empresa quebre e seus patrões e colegas de trabalho se “explodam” este ser não é, e nunca será, um bom funcionário, bom amigo, bom parente, bom companheiro, bom cidadão na verdade não passa de um antiético.

Faça imperar o respeito, a camaradagem, a conversa clara e o altruísmo em sua empresa. O ambiente, assim, se tornará melhor e todas as pessoas se sentirão motivadas, pois não há nada pior do que uma organização na qual vale a “lei da selva”.

A ética de sua empresa reflete o caráter de seus dirigentes, compromisso com a sociedade, respeito aos clientes, fornecedores e parceiros de negócio; dando segurança a toda esta 'cadeia' de envolvidos com sua organização.

75% das 500 maiores empresas Norte-Americanas tem seu 'Código de Ética'. E no Brasil ? Você não acha que nosso povo é bem desconfiado sobre as organizações privadas e estatais ?

Na nossa cultura, por muito tempo prevaleceu (ou ainda prevalece???) a 'Lei de Gerson' (Lembra?): "Pra quem gosta de levar vantagem em tudo..." mas, felizmente a conscientização esta chegando -- ter confiança nas
empresas com que se faz negócios no cotidiano, é gerador imediato de bons resultados.

Por muitos anos, políticos sem escrúpulos banalizaram a palavra 'ética' que hoje, ressurge das cinzas sendo muito bem defendida. A ética não deve ficar só nas intenções, mas ser refletida nos comportamentos de indivíduos e corporações.


Estes são alguns indicadores de que uma empresa que têm problemas de ética:

? Posterga deliberadamente pagamentos, fazendo pagamentos errados, fornecendo datas e não cumprindo acordos.
? Vende o que não tem ou o que não pode entregar.
? Tem apenas preocupação com sua necessidade de vender, não se preocupando em saber do cliente o que ele tem necessidade de comprar.
? Sempre se lembra das pessoas de fora na hora de preencher qualquer posição, não se importando em procurar, primeiro, identificar internamente se há alguém para aquela posição.
? Embeleza balanços e demonstrativos financeiros.

Ser ético nos negócios significa:

? A necessidade de obedecer às regras relativas à ocupação territorial, costumes e expectativas da comunidade, princípios de moralidade, políticas da organização, atender à necessidade de todos por um tratamento adequado e justo.
? Entender como os produtos e serviços de uma organização e as ações de seus membros podem afetar seus empregados, a comunidade e a sociedade como um todo (positiva ou negativamente).



Erros éticos mais comuns nas relações com seus superiores:

? Mentir sobre as atividades que administramos.
? Culpar meu superior por meus erros ou de meus subordinados.
? Divulgar informações pessoais ou confidenciais para meus pares, empregados, gerentes seniores, clientes competidores, público em geral.
? Não reportar violações à legislação.
? Não reportar desempenho inferior às metas estabelecidas ou algo referente a roubos ou utilização inadequada de algo que é propriedade da empresa.
? Não atender a queixas e reclamações.
? Encobrir acidentes no trabalho ou problemas relativos à saúde ou segurança dos empregados.
? Usar idéias de empregados como se fossem minhas.


Princípios Éticos para Organizações

PROPÓSITO: A missão da nossa empresa é de responsabilidade da Diretoria. Nossa organização é movida pelos valores, expectativas e a visão que nos
ajuda a determinar os comportamentos, aceitações e inaceitações.

ORGULHO: Nós nos sentimos orgulhosos de nós mesmos e de nossa organização. Acreditamos que com este tipo de sentimentos é fácil resistir às tentações para nos comportarmos de maneira não-ética.

PACIÊNCIA: Aceitamos que, mantendo nossos valores éticos, isto será o caminho do sucesso a longo prazo. Essa assertiva implica manter o equilíbrio
entre a obtenção de resultados e a forma com que esses resultados são conseguidos.

PERSISTÊNCIA: Temos o compromisso de viver de acordo com princípios éticos. Temos certeza de que nossas ações são consistentes com este compromisso.

PERSPECTIVA: Nossos gerentes e empregados alocam tempo para refletir sobre onde estamos, avaliar para onde vamos e determinar como vamos chegar lá.
O texto acima lhe dá uma idéia sobre 'Ética Profissional e Corporativa'. Dissemine e pratique esses conceitos!

 

Formulário de Inscrição
coluna Nome   coluna
E-mail  
 
Município Estado
Telefone  
 
Observação  
 

Regulamento:


De acordo com o Regimento Interno da CESB – Confederação do Elo Social Brasil devidamente normatizado através de termo próprio no programa de Socialização e Profissionalização a confirmação de datas para realização dos cursos estão sujeitas ao numero mínimo de participantes no local pretendido.

 
   
Movimento Passando o Brasil a Limpo Ouvidoria